O diabetes mellitus interfere no processo cicatricial da lesão, provocando complicações vasculares que ocasionam a má circulação e produzindo uma cicatrização deficiente das úlceras venosas.

O diabetes apresenta complicações relacionadas às lesões de membros inferiores, como a neuropatia periférica, que ocasiona, além da perda da sensibilidade protetora dos pés, perda da sudorese que protege a pele contra o ressecamento.

A perda de sensibilidade dos pacientes diabéticos influencia no aparecimento e na evolução de lesões como fissuras, úlceras, infecções e deformidade do pé, evoluindo para o chamado “pé diabético”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.